segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Carta do seu guardião



"Olá! Talvez você não me conheça, mas eu conheço você. Desde quando? Desde sempre. Acima das nuvens eu existia desde o princípio, num reino de plenitude, glória e luz. Eu assisti quando Deus sonhou e criou você. Vi teus primeiros movimentos no ventre materno. Testemunhei seu nascimento: foi um dia iluminado na Terra e festivo no Céu.
Então, me designaram para cuidar de ti. Sim, fostes meu presente mais belo dado por Deus.  A partir daí, não sou mais o mesmo. Os milênios passam por mim da mesma forma que os segundos passam por ti, e sou imutável e eterno. Meu Pai, que também é vosso, criou-me assim. E após aquele momento, eu já não era o mesmo, pois aprendi a amar-te. Um amor tão devotado que é capaz de amenizar a saudade que tenho de casa e a falta que sinto de meus irmãos.
Amo-te com tuas virtudes e defeitos. Erros e acertos. Sorrisos e lágrimas. És um ser perfeito em suas imperfeições. Existo para cuidar-te. Sua segurança é prioridade para mim. Jamais te abandono. Você é para mim o bem mais precioso do universo, e eu faria qualquer coisa para salvar tua alma.
Por ti, eu enfrentaria sozinho mil demônios, e desceria até o Inferno se preciso fosse. Minhas asas te envolverão durante cada batalha e nunca desviarei meus olhos de ti. Nunca cochilo. Jamais me distraio. Guio você e zelo por teu sono. Estou contigo nos dias mais tristes e nas noites mais sombrias. Ainda que não saibas. Ainda que não acredites. Ainda que me ignores.
Extasio-me com cada sorriso teu, e estremeço de dor a cada vez que uma lágrima rola por sua face. Vibro com cada acerto seu, e me prostro diante de Deus, banhado em pranto, para interceder por teus erros. Fui teu ontem, sou teu hoje e o serei amanhã.
Existe uma morada preparada para ti na cidade celeste, e meu maior desejo é que você a habite. Trabalharei para isso sem descanso, sem cessar. Cumprirei minha missão, custe o que custar. Se eu falhasse, meu fardo seria a melancolia eterna e sua alma em perdição; por isso, não fracassarei. Não posso, não devo nem vou.
Dores virão, assim como tristezas e sofrimento, mas vou estar junto a ti. Passaremos por isso juntos, como fizemos sempre, embora não soubesses que eu estava lá. Cada vez que se ajoelhou para falar com Deus, cada vez que chorou por pensar estar só...
Nunca esteve só. Confie em Deus, e confie também em mim. Vão dizer que não existo, que sou história da carochinha, que vocês estão todos abandonados. Por vezes o racional desafia o espiritual. Espanto-me às vezes em ver como os humanos tendem a acreditar no Mal, ao mesmo tempo em que duvidam tão persistentemente do Bem. Mas você precisa ter fé; ouça seu coração, ele consegue sentir minha presença. Estou aqui.
Devo me despedir agora. Nenhum de nós alguma vez já escreveu para seu protegido, nossa comunicação com os mortais é restrita, apenas permitida em ocasiões urgentes. Provavelmente serei punido por redigir essa carta. Mas eu precisava.
Não posso mais suportar ver você sofrendo tanto, caminhando solitariamente, tão distante... Era necessário dizer que não tens de lutar só. Conte comigo. Estou bem aqui. Pronto a te ajudar. Leia esta carta sempre que precisar.

Assim se despede aquele que te ama de maneira atemporal

O anjo mais honrado de toda a Criação

Eu, o seu guardião."


Por Danilo Alex da Silva



Anjo de Deus, meu querido guardião, a quem o amor de Deus me confiou, esteja hoje e sempre ao meu lado para me iluminar e guardar, governar e guiar. Amém


6 comentários:

  1. Simplesmente foda...Favoritado aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Fabinho!

      Fico feliz que tenha gostado, brother!

      Forte abraço

      Excluir
  2. Respostas
    1. Sarah, que bom que gostou!

      Volte sempre!

      Beijoos

      Excluir
  3. Lindo texto amigo, você sempre escreve com o coração e põe um pedacinho de tua alma junto, parabéns e continue sempre a escrever assim...bjus

    ResponderExcluir
  4. Obrigado, Deise!

    Fico lisonjeado com seu comentário, minha querida talentosa!

    Beijos

    ResponderExcluir